Da esquerda para a direita os presidentes: Machel (RP de Moçambique), Aristides Pereira (Cabo Verde), Agostinho Neto (RP Angola), Manuel Pinto da Costa (RD de São Tomé e Princípe e Luís Cabral (Guiné-Bissau).

DECLARAÇÃO FINAL

 

COMEMORAÇÃO DO SEXAGÉSIMO ANIVERSÁRIO DA CONFERÊNCIA DE TODOS OS POVOS AFRICANOS (1958 - 2018)

E O PRÉ-CONGRESSO DO MOVIMENTO FEDERALISTA PAN-AFRICANO

ACRA, GANA, de 8 a 13 de dezembro de 2018

Por ocasião da comemoração do 60º aniversário da histórica Conferência de Todos os Povos Africanos, realizada em Acra de 8 a 13 de dezembro de 1958 por iniciativa do Dr. Osagyefo Kwame Nkrumah, o Centro Pan-Africano Kwame Nkrumah (KNAC) e o Movimento Federalista Pan-Africano (MFPA) convocaram um grande encontro em Acra, Gana, nas mesmas datas em 2018, no auditório do Bank of Ghana, na Universidade do Gana, em Legon.

 

A escolha do Gana para sediar a comemoração do 60º Aniversário da Conferência de Todos os Povos Africanos e realizar o Pré-Congresso do Primeiro Congresso Federalista Pan-Africano é justificada pelo importante papel que este país desempenhou na história do movimento Pan-Africanista.

 

O evento foi reforçado pela presença do Presidente da República do Gana, Sua Excelência o Sr. Nana Addo, Dankwa AKUFO-ADDO, que afirmou em seu discurso: "A minha geração pode realizar os sonhos dos nossos pais e mães fundadores: a total unificação do continente e dos povos Africanos, incluindo os da diáspora e afro-descendentes".

A declaração do Presidente da República do Gana está em perfeita harmonia com o espírito e a visão do Movimento Federalista Pan-Africano.

 

Durante o pré-congresso, os delegados que vieram de várias regiões e países do continente Africano e sua diáspora trataram das seguintes questões:

 

   O apelo para a unificação política de África,

   O manifesto do Movimento Federalista Pan-Africano,

   Os termos de referência para o Primeiro Congresso Federalista Pan-Africano,

   O estatuto do Primeiro Congresso Federalista Pan-Africano,

   O Conceito do Primeiro Congresso Federalista Pan-Africano

   A estratégia para construir o Movimento Federalista Pan-Africano e sua máquina de campanha,

   Captação de recursos e estratégias de gestão para o financiamento do Movimento e sua campanha,

   A estratégia de comunicação e mobilização do Movimento e sua Campanha,

   A apresentação do livro de Kwame NKRUMAH "Africa must unite".

 

Após a conclusão dos trabalhos, o Movimento decidiu pela proclamação oficial de sua existência, três anos após a convocatória inicial do Comitê de Iniciativa Internacional Provisório (CIIP), lançado em Dakar em 2015.

O novo estatuto organizacional do Movimento foi adotado. Membros-chave do Comitê Preparatório Internacional do Primeiro Congresso Federalista Pan-africano foram eleitos e a decisão de realizar o Congresso em dois ou três anos foi tomada. Mali foi escolhido para sediar o MFPA.

O Movimento Federalista Pan-Africano e o Centro Pan-Africano Kwame Nkrumah lançam um chamado solene a todos os povos Africanos, onde quer que se encontrem, para participarem na preparação ativa do Congresso para a UNIDADE POLÍTICA DOS AFRICANOS EM MENOS DE UMA GERAÇÃO.

Declaração feita em Acra em 13 de dezembro de 2018